Skip to content

Programa de proteção de privacidade Apple Mail: O que você precisa saber

Tópicos do Artigo

Programa de proteção de privacidade Apple Mail: O que você precisa saber

Objetivo: esclarecer as futuras alterações anunciadas pela Apple para o aplicativo do Apple Mail.

 

No último evento da WWDC 2021 realizado no dia 07/07/2021, a Apple anunciou um novo programa de proteção de dados de seus clientes chamado de “Mail Privacy Protection” (proteção de privacidade de e-mails).
A iniciativa tem como objetivo ajudar seus usuários a ter um melhor controle dos próprios dados, porém isso trará algumas implicações para todos que enviam e-mails a esses usuários.

 

O que é o novo programa de proteção de privacidade da Apple Mail?

É uma nova aba nas configurações que permite que os usuários decidam quais dados querem compartilhar ao usar o aplicativo de e-mails. Agora os usuários podem esconder seu endereço de IP e localização de seus remetentes. O que, por sua vez, bloqueia a capacidade de identificar aberturas de e-mail.

 

Como esse programa afeta quem envia os e-mails?

Bloqueando a capacidade de identificar as aberturas de e-mail, o programa interfere no entendimento dos remetentes sobre o comportamento de sua lista. Apesar de ainda ter a capacidade de identificar os clicks desses usuários em seus e-mails, a tarefa de determinar quais contatos estão ou não engajados se torna um pouco mais complexa com menos dados cedidos.

 

Quando o programa estará ativo?

A novidade virá junto com o lançamento do IOS 15 previsto para setembro de 2021 (09/2021).

 

Isso impacta apenas os e-mails abertos diretamente no aplicativo do Apple Mail?

Sim. A mudança afetará diretamente todos que abrirem seus e-mails utilizando o aplicativo Apple Mail e ativarem as novas opções de segurança em suas configurações.
Por exemplo: Se um usuário do Apple Mail configurou sua conta do Gmail, Yahoo, ou até um domínio particular / próprio e ativou as novas configurações de segurança, as aberturas de e-mail não serão identificáveis apenas se o e-mail for aberto através do aplicativo. Aberturas do mesmo e-mail fora do aplicativo continuam permitindo a identificação.

 

Como o engajamento de listas funcionará com os usuários do Apple Mail?

Acreditamos que a melhor solução para identificar o engajamento de leads sejam as métricas de click. Clicks em urls de e-mails são eventos muito menos comuns, portanto utilizar apenas essa métrica pode resultar na identificação de mais leads frios / desengajados. Dependendo do seu contexto, podem haver outras maneiras de garantir o engajamento de seus leads, contudo, métricas de aberturas e clicks são os únicos meios técnicos que nos são disponíveis.

 

E se outros provedores ou aplicativos adotarem medidas de proteção similares?

As plataformas de envios terão que se ajustar às novas medidas e procurar alternativas para a identificação do engajamento dos leads. As métricas de abertura têm sido utilizadas como padrão por décadas.

Se os remetentes perderem uma porção significativa da capacidade de identificar o engajamento de seus leads, teremos que adotar novas medidas para que os leads possam demonstrar o interesse em receber os e-mails. Por exemplo:

  • Ignorar totalmente as métricas de aberturas e passar a se basear apenas nos clicks.
  • Parar de se basear em dados diretos de interação com os e-mails.
  • Ignorar dados de aberturas e clicks e substituí-los por confirmação direta em campanhas. Como optin e double optin (cadastro e dupla confirmação).
  • Usar canais alternativos para confirmar esse interesse. Como por exemplo: SMS, notificações push (como as do facebook), vídeo, voz, aplicativos alternativos, etc..

 

Como a Apple vai restringir minha habilidade de coletar dados de abertura?

Isso ainda não está confirmado, mas acreditamos que eles irão implementar uma tecnologia que carrega todas as imagens do e-mail no momento que ele é recebido. Isso pode significar que cada email enviado para os usuários deste aplicativo conste como “abertura”, quando na verdade é um “falso positivo”.

 

Tem alguma forma de identificar quem tem essa função de segurança ativa?

Não, pelo menos não com muita precisão. Alguns testes já realizados mostram que as informações de abertura do aplicativo de segurança vêm de usuários e IPs genéricos, que têm o objetivo exclusivo de dificultar a identificação. É possível presumir quem utiliza tal função analisando alguns fatores, mas não passará disso. Apenas palpites.

 

iCloud – Função “esconder meu e-mail”

Usuários do iCloud Plus terão em mãos uma funcionalidade que permite “esconder” seu e-mail real quando realizar qualquer cadastro em qualquer formulário da web.
A funcionalidade facilita a criação de um alias (um endereço de encaminhamento) aleatório para esconder o seu e-mail real.

  • A vantagem do método para quem recebe os emails é a possibilidade de exclusão desse alias a qualquer momento, protegendo o usuário e permitindo que você interrompa mais rapidamente o fluxo de emails onde se cadastrou.
  • A desvantagem do método para quem envia os emails é o aumento de endereços inválidos em sua lista de leads. Cada exclusão irá gerar um lead inválido (hard bounce), o envio para esses endereços prejudica a reputação da sua conta, domínio e IP.

 

Conclusão:

Apesar das previsões, ainda não é claro o impacto que isso causará nos usuários, são todas previsões baseadas nas novas funcionalidades descritas pela Apple.
De qualquer forma, é bom estar pronto para usar alternativas para manter o seu lead engajado com o seu conteúdo e sua lista de contatos apenas com leads quentes.

 

Fontes:

WWDC 2021 — June 7 | Apple
Apple Mail App Privacy Protection: What Email Senders Need to Know

 

 

  É isso, terminamos por aqui!
com amor ❤
equipe leadlovers™

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *