Skip to content

O que é um Domínio?

Tópicos do Artigo

O que é um Domínio?

Objetivo: aprender o que é um domínio e como usá-lo dentro da leadlovers.
Para que serve: o domínio é um endereço, ele pode ser utilizado para acessar seu site ou enviar uma mensagem para seu e-mail. É também uma Marca e identificação profissional, sua ou de sua empresa.
Requisito(s) Obrigatórios: 1. para utilizar o domínio, é preciso adquirir um domínio em sites de compra e registro de domínios.

 

O que é um Domínio?

Domínio é um registro que serve para localizar e identificar você ou sua empresa na Internet através de seu site. O domínio é a parte principal de toda a sua identificação profissional, pois é o “nome” do seu site e dos seus e-mails na internet. Ele é composto por um nome e uma extensão, exemplo:

seunegocio.com.br

Nome: seunegocio
Extensão: .com.br

 

Domínio próprio

Dentro da leadlovers, disponibilizamos alguns domínios nossos, que chamamos de “públicos”, para que nossos clientes possam usar. Por isso, denominamos como “domínio próprio” todo domínio profissional do próprio cliente/empresa.

É altamente recomendado que utilize um domínio próprio para personalização da sua Marca, tanto nos endereços das páginas criadas aqui quanto no e-mail de comunicação com os leads.

 

Como posso adquirir um domínio?

No Brasil, existe o Registro.br, um site em que você pode checar se o nome do domínio está disponível para uso e realizar o registro. Depois de feito, é necessário o pagamento de taxas para que você mantenha a posse do mesmo.

É possível, também, buscar e registrar seu domínio diretamente com um serviço de Hospedagem de Sites, como HostGator, GoDaddy, Locaweb, entre outros. Estes serviços são conhecidos por, além de permitir o registro, também disponibilizar diversas ferramentas (servidor FTP para armazenamento de arquivos, serviço de e-mail profissional, etc). Cada um deles tem seus pacotes de assinaturas, com seus devidos valores.

 

Eu já tenho um Domínio! Como posso utilizar na leadlovers?

Quando falamos apenas do domínio principal, o endereço que registrou, é possível utilizá-lo dentro da leadlovers para personalizar o link de acesso das páginas que criar por aqui.
Para isso, é preciso fazer o que chamamos de apontamento.

O apontamento é o direcionamento do seu domínio para os nossos servidores.
Ele é formado por algumas configurações, que são feitas na Zona DNS do seu domínio registrado, na intenção de que ele seja usado nas páginas criadas dentro da leadlovers.

Você também pode utilizar seu domínio “indiretamente” – ou seja, não usar o domínio principal – através de subdomínios do mesmo ou em uma conta de e-mail profissional que tiver. Para esses usos indiretos, não é necessário realizar o apontamento do domínio principal.

📢 IMPORTANTE:

Um mesmo domínio não pode ser usado em mais de uma máquina ao mesmo tempo, aqui na leadlovers.

Junto à isso, se o seu domínio principal já é utilizado de alguma forma como, por exemplo, para abrir um site/blog feito em outra plataforma, apontá-lo para os nossos servidores fará com que qualquer página/função ele abria antes do apontamento pare de funcionar. Nestes tipos de casos, aconselhamos o uso de uma entrada de subdomínio. Clique aqui e veja como é o funcionamento de um subdomínio!

O apontamento do domínio para leadlovers não migra o gerenciamento do mesmo para a leadlovers. Esse, seguirá sendo no seu Painel de Controle externo.

 

Passo a passo das configurações

Temos materiais com instruções específicas para várias hospedagens diferentes, e sempre estamos criando artigos novos. Se você não tem certeza de qual é o Painel de Controle do seu domínio, confira esse material aqui onde te ensinamos como descobrir isso.

 

Índice

Verifique, se dentre os links abaixo sua hospedagem já está listada:

Registro.BR

CPanel

Cloudflare

Hostgator

GoDaddy

Locaweb

Hostinger

KingHost

Uolhost

WiX

Umbler

 

Realizando o apontamento

Se você não encontrou o Painel de Controle (CPanel) do seu domínio na lista acima, abaixo iremos descrever como as configurações precisam ser feitas.

 

Por CNAME

Algumas alterações aconteceram na forma de apontamento de domínios, o apontamento agora é por CNAME e a maioria das hospedagem não aceitam esse tipo de apontamento.
Entre em contato com nosso suporte para que seja verificado a possibilidade de utilizar seu domínio principal.

OBSERVAÇÃO: Nem todos os painéis de controle de Zona DNS solicitam a informação TLL. Caso o painel de seu domínio solicite, utilize o valor 14400.

Nº1– Acesse o Painel de Controle da Zona DNS de seu domínio principal. É nela que fica as entradas tipo A, TXT, MX e CNAME (entre outros tipos).

Nº2– Crie uma nova entrada, seguindo os dados abaixo:

Tipo da Entrada: CNAME

Nome da Entrada*: @

Aponte sua entrada CNAME para : cname.leadlovers.site

Confira todos os dados e salve!

*Observação: O nome da entrada deve atribuir ao domínio principal e a forma como essa referência será feita varia entre cada Painel de Controle (CPanel). As referências mais comuns são ” @ ” (arroba), ” . ” (ponto) ou apenas deixar em branco.
Se você não sabe dizer qual é a atribuição do seu Painel de Controle recomendamos deixar em branco que então o próprio CPanel irá te informar como a entrada deve ficar.

Após a criação da entrada é preciso validar o apontamento e incluir seu domínio em sua máquina!

 

Via tipo A

Como mencionado acima nem todos os Painéis de Controle permitem fazer o apontamento via CNAME, que é a maneira como recomendamos que seja feito.
Mas, mesmo o seu CPanel não permitindo que a configuração seja feita como orientado anteriormente, ainda sim, é possível apontar o seu domínio para nós!

⚠ ATENÇÃO:

– Essa forma de apontamento é muito sensível e deve ser feita com muita atenção!

– Siga exatamente a ordem das etapas descritas neste material. A inversão de qualquer etapa pode causar falha na validação dos dados.

– Se qualquer informação for inserida em um formato diferente da orientação e/ou com espaços em branco antes ou depois dela, pode causar falha no reconhecimento pelo sistema.

– As alterações realizadas, seguindo estas instruções, podem levar até 2 dias para propagar e surtir seus efeitos. Caso, após este prazo, elas não tenham funcionado como deveriam, por favor entre em contato com o nosso suporte!

 

Nº1– Dentro do Painel de Controle do seu domínio, acesse a Zona DNS do mesmo.

Nº2– Entre as entradas que já existem na sua Zona DNS, procure uma entrada do tipo A, com o Nome/host de  ” @ ”  ou apenas  ” . “, que esteja em branco ou que tenha no Nome somente o seu domínio principal. Essa é a entrada principal do seu domínio.
Copie a informação que aparece em Valor/conteúdo/aponta para, esse é o número de IP para qual ela está apontada e guarde esses dados em algum lugar (você pode usar o Bloco de Notas para isso, se quiser).

Exemplos de entradas principais:

 

 

📣 CUIDADO: os passos 3, 4 e 5 são muito importantes! A falta dessa etapa pode impactar nas demais configurações feitas no Painel, como acesso ao webmail, disparos do seu Provedor de E-mail ou até mesmo o acesso ao próprio CPanel.

Nº3–Agora, procure todas as entradas que sejam do tipo CNAME e localize as que tenham ” @ ” ou ” . ” ou espaço em branco na parte de Valor/Conteúdo/Aponta para.
Mais uma vez, guarde em algum lugar qual é o nome delas (novamente, o Bloco de Notas pode ser seu amigo aqui).

Observação: A entrada cujo nome/host é “www” não será levada em consideração. Ela pode ser mantida como está.

Exemplo: as entradas webmail e cpanel, do tipo CNAME, estão com o domínio principal (wikilovers.com.br) no campo “Aponta para”. Então salve o primeiro nome delas (webmail e cpanel).

 

Lembre-se: é preciso fazer isso com todas as entradas do tipo CNAME que estejam nesse padrão.

 

Nº4– Depois de salvar as informações das entradas que você localizou, exclua essas mesmas entradas da sua Zona DNS.

Nº5– Em seguida, você irá recriar as entradas que acabou de remover com as informações que salvou anteriormente.

Tipo da entrada: A

Nome da entrada: coloque o nome da entrada que você está recriando

Dados, valor ou aponta para: insira o número de IP que você salvou no passo Nº2.

Confira todos os dados e salve!

Repita esse procedimento até recriar todas as entradas CNAME excluídas.

Observação: Nem todos os painéis de controle de Zona DNS solicitam a informação TLL. Caso o painel de seu domínio solicite, utilize o valor 14400.

Nº6– Agora sim, volte a entrada principal do seu domínio (localizada como informado no passo Nº2) e a edite.
Você irá alterar o IP dela para o nosso IP primário:

Dados, valor ou aponta para: 213.136.68.210

As demais informações da entrada permanecem como estavam.

Confira todos os dados e salve!

Nº7– Crie uma nova entrada com os dados abaixo para inserir nosso IP secundário (redundância/backup).

Tipo da Entrada: A

Nome da Entrada: @

Dados, valor ou aponta para: 213.136.70.54

Confira todos os dados e salve!

 

Resultado

Ao final do processo, você terá 2 entradas tipo A apontadas para os nossos 2 IPs.

 

Próximos passos

Depois de configurado o apontamento, você precisa validar se o mesmo aconteceu com sucesso.

E então, adicionar seu domínio em sua máquina. Para maiores detalhes, clique aqui e veja nosso tutorial, explicando como incluir seu domínio em uma máquina!

 

Suporte

Se surgir qualquer dúvida ou situação, ou se precisar de qualquer ajuda durante este procedimento, por favor entre em contato com o nosso suporte!

 

Artigos relacionados

O que é um subdomínio;

– Como descobrir o Painel de Controle do seu domínio;

Validando o apontamento;

– Como cadastrar um domínio/subdomínio em sua máquina.

 

 

É isso, terminamos por aqui!
com amor ❤
equipe leadlovers™

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *