Skip to content
Tópicos do Artigo

Como fazer as configurações de DNS de E-mail no CloudFlare?

Objetivo:  Mostrar o passo a passo de como fazer as configurações de DNS (DKIMSPFDMARC e MX) no CloudFlare.

Para que serve: A principal função delas é auxiliar a entregabilidade de suas mensagens, disparadas pela automação de sua conta. saiba mais clicando aqui.

Requisito(s) Obrigatórios: 1.Possuir uma conta de disparos de domínio próprio; 2. Acesso ao painel de controle do domínio.
– Além dessas configurações que serão informadas abaixo, é necessário a criação de um link redirect, saiba mais clicando aqui.
 Estas entradas não substituem nenhuma informação ou configuração que já existem na Zona DNS de seu domínio. Caso tenha alguma dúvida no momento de inseri-las, por favor entre em contato com o nosso suporte!
– Siga exatamente a ordem das etapas descritas neste material. A inversão de qualquer etapa pode causar falha na validação dos dados.

 

Acessando o Cloudflare

Acesse o site de login do Cloudflare, e localize o quadro onde você deve inserir as opções de login e senha.

1 – Informe o usuário ou endereço de e-mail usado para acessar a sua conta do Cloudflare.

2 – Forneça a senha de acesso.

3 – Clique em Login.

4 – Na tela acima,clique sobre o domínio que é usado em seu e-mail profissional.

5 – Localize na parte superior da tela um conjunto de ícones azuis, como este da imagem. Clique sobre a opção DNS.

Criando as novas entradas

IMPORTANTE: nos próximos passos, utilize as imagens como apoio visual e insira exatamente as informações citadas.
A grafia (modo de escrever) delas é muito importante.

Se qualquer informação for inserida em formato diferente, ou com espaços em branco antes ou depois dela, pode causar falha no reconhecimento pelo sistema.

Criando a entrada DKIM

Agora, insira os dados da seguinte forma:

6 – Aqui, selecione a opção TXT

7 – Em Name, insira a palavra m1._domainkey

8 – Clique em Click to configure, e uma pequena janela aparecerá.
Dentro dela, em Content, coloque: k=rsa; t=s; p=MIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUAA4GNADCBiQKBgQDXvW9fJQkmcbewKoTCB8LkW4kk27dgUVlT3YH2VKfFsS8GDDUZmM5w4CkVk4pZlWdFnu5ekbjqzYekT73289XklSuv94nRaJjkuIEvoGmn1ObskNZNxYBnUdE47o/lgjtbjj0UX7MLQ7WCcEIED2qCmLHXbebpf9NoVMAK7Uy4JQIDAQAB

Depois, clique no botão Save, na parte de baixo desta pequena janela.

9 – Mantenha esta opção em Automatic TLL.

10 – Confira todos os dados e clique em Add Record.

A nova entrada ficará salva, junto com as outras que já existem em Zona DNS.

Criando a entrada SPF

11 – Aqui, selecione a opção TXT

12 – Em Name, insira a palavra mailsg

13 – Clique em Click to configure, e uma pequena janela aparecerá.
Dentro dela, em Content, coloque: v=spf1 include:sendgrid.net ~all

Depois, clique no botão Save, na parte de baixo desta pequena janela.

14 – Mantenha esta opção em Automatic TLL.

15 – Confira todos os dados e clique em Add Record.

Criando a entrada DMARC

16 – Aqui, selecione a opção TXT

17 – Em Name, insira a palavra _dmarc

18 – Clique em Click to configure, e uma pequena janela aparecerá.
Dentro dela, em Content, coloque: v=DMARC1; p=none; rua=mailto:[email protected]

MUITA ATENÇÃO: substitua a parte seudominio.com.br pelo domínio o qual é usado pelo seu e-mail profissional, e no qual você está inserindo estas informações.

No exemplo deste material, o domínio usado é wikilovers.com.br. Por isso, a entrada fica: v=DMARC1; p=none; rua=mailto:[email protected]wikilovers.com.br

Depois, clique no botão Save, na parte de baixo desta pequena janela.

19 – Mantenha esta opção em Automatic TLL.

20 – Confira todos os dados e clique em Add Record.

A nova entrada ficará salva, junto com as outras que já existem em Zona DNS.

Criando a entrada MX

21 – Aqui, selecione a opção MX

22 – Em Name, insira a palavra mailsg

23 – Clique em Click to configure, e uma pequena janela aparecerá.

A – Em Server, coloque: mx.sendgrid.net

B – Em Priority, coloque o número 0 (aqui, só pode ser inserido o número. Não escreva por extenso).

Depois, clique no botão Save, na parte de baixo desta pequena janela.

24 – Mantenha esta opção em Automatic TLL.

25 – Confira todos os dados e clique em Add Record.

Verificando os dados

Ao concluir a adição das quatro entradas, você vai visualizar informações similares à estas na Zona DNS de seu domínio. A ordem como as entradas são exibidas, entretanto, pode variar.

 

Importante : Além dessas configurações acima, é necessário a criação de um link redirect, saiba mais clicando aqui.

Para verificar se estas informações já foram validadas na sua conta LeadLovers, clique aqui e siga este passo a passo!

 

 

  É isso, terminamos por aqui!
com amor ❤
equipe leadlovers™

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *