Skip to content

Melhorias nos sistemas de combate de spam por link

Tópicos do Artigo

Melhorias nos sistemas de combate de spam por link

Objetivo: explicar qual é a nova medida do Google para identificar e anular o spam por links e como se adequar a ela.

 

A eficácia do spam por link diminuiu muito com o passar do tempo, graças às melhorias constantes realizadas no sistema de classificação e detecção de spam do Google. Entretanto, ainda há espaço para avanços focando em fornecer uma experiência de usuário e conteúdo de alta qualidade.

Em julho deste ano, o Google anunciou uma mudança em seus algoritmos que deve intensificar a luta contra esse tipo de spam por links. Com o nome de “atualização do spam por links”, a medida é ainda mais eficaz para identificar e anular o spam de maneira mais ampla e em diversos idiomas. É previsto que essa mudança afete diretamente a pesquisa e ranqueamento das páginas.

Os proprietários dos sites precisam se certificar de estar seguindo as práticas recomendadas para links do Google em todas as URLs da página. Ainda assim, o ideal é focar na produção de conteúdo de alta qualidade e na otimização da experiência do usuário em vez de utilizar diversos links. A recomendação é que todos codifiquem os links do seu e de sites de afiliados de forma adequada para que isso impacte o ranqueamento e gere receita da maneira correta.

 

Práticas recomendadas

Criadores de conteúdo podem gerar receita com blogs ou sites de diversas maneiras. Alguns desses métodos envolvem links/URLs externos que, quando usados em excesso ou incorretamente, podem violar as diretrizes de qualidade do Google.

Uma prática recomendada é evitar aqueles que não se adequam às diretrizes contra o “esquema de links”. Se você utiliza links que direcionam para outros sites, é necessário qualificá-los de forma adequada.

 

Todos os links que existem com o intuito de manipular o ranqueamento ou classificação dos sites nos resultados de pesquisas do Google podem ser considerados parte de um esquema de violação das diretrizes para webmasters. Isso inclui comportamentos que manipulam links para o seu site ou que direcionam para páginas externas.

Alguns exemplos que influenciam negativamente a classificação do seu site:

Usar programas ou serviços para criar links automaticamente em seu site

Fazer muitas trocas de links ou criar páginas de parceiros com o objetivo de criar links cruzados (“coloca um link da minha página na sua que eu coloco um seu na minha”)

Comprar ou vender links aprovados pelo PageRank, seja por dinheiro, bens ou serviços, bem como enviar um produto “gratuito” a um usuário em troca de avaliação por escrito com um link

A criação de links sem controle editorial ou aprovação do proprietário do site (links artificiais) pode ser considerada uma violação das diretrizes. Veja alguns exemplos:

Links cheios de palavras-chave, ocultos ou de baixa qualidade incorporados em widgets em vários pontos do site, por exemplo:
Visitantes desta página: 800
Pessoas comprando: 85
Acabou de comprar: Diego Carmona

Comentários de fóruns ou depoimentos com links otimizados na postagem ou assinatura:
Nossa esse produto salvou minha vida! Obrigado!
– Fabio
marketing digital ferramenta plataforma

Links com texto âncora otimizado em artigos ou comunicados à imprensa distribuídos em outros sites:
Há várias alianças de casamento no mercado. Antes de fazer um pedido de casamento, é preciso escolher a melhor aliança. Depois também será necessário comprar flores e um vestido de noiva.

Você pode encontrar mais exemplos e informações detalhadas na central de pesquisa do Google.

 

Links de afiliados são comuns em páginas ou blogs para gerar receita ou tráfego. De maneira geral, não é um problema fazer uso deles, mas a recomendação é que sejam classificados da maneira correta. Quando são identificados sites com links de afiliados qualificados de forma incorreta, ações manuais podem ser realizadas com o intuito de impedir que estes afetem a pesquisa, além das ações realizadas pelo algoritmo. As ações manuais ou algorítmicas podem afetar diretamente a exibição do seu site nas buscas, portanto é bom evitar ao máximo sofrer alguma.

O uso do atributo “rel=” na tag “<a>” ajuda a classificar e identificar o tipo de alguns links. Por exemplo:

Marque links de publicidade ou links pagos com o valor sponsored
<a rel=”sponsored” href=”https://www.leadlovers.com/”>leadlovers</a>

Você pode encontrar mais exemplos de situações, valores e como aplicá-los da forma correta na central de pesquisa do Google.

De maneira geral, os links marcados com os atributos “rel=” não serão seguidos. De qualquer forma, as páginas vinculadas podem ser encontradas por outros meios, como sitemaps ou links de outros sites. Por isso, é possível que sejam rastreados mesmo assim.

A melhor forma de ter um bom ranqueamento é desenvolver um conteúdo exclusivo que se torne relevante e popular por si só, conquistando espaço de maneira natural. Quanto mais útil for o seu conteúdo, maiores as chances de ele ser considerado importante e redirecionado com um link para outros leitores.

 

Fontes:

Google Algorithm Update: Page Experience Update Rollout Completed – Stan Ventures
Lembrete sobre links qualificados e nossa atualização sobre spam por link – Google
Qualificar links externos para o Google – Google
Esquemas de links – Google
Diretrizes para webmasters – Google

 

 

  É isso, terminamos por aqui!
com amor ❤
equipe leadlovers™

Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Artigos relacionados

Deixe seu comentário

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *